RSS

Arquivos mensais: Agosto 2012

Mídia na Educação- Veja as dicas de mais de 60 livros, manuais e cartilhas sobre cultura digital, mídias e educação disponíveis on-line

 

 

http://blog.midiaseducacao.com/2012/03/mais-de-60-livros-sobre-cultura-digital.html#.UDwR-Wdx-Tc.facebook

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 28/08/2012 em Interessante

 

O MEC MUDOU OS MÓVEIS… MAS NÃO A CASA…

Texto do Prof.   Figueroa  em 16 de agosto de 2012

Mais uma vez o MEC me surpreende… de acordo a este artigo da Folha de São Paulo o MEC vai propor a fusão de disciplinas do ensino médio visando adaptar o ensino para a era atual!!!!! Mas antes de falar nisso queria colocar a base para meus argumentos.

Cada tipo de ambiente requer seu tipo de estrutura adaptada para a sobrevivência do ser humano. Na Antártica as residências são os iglus , perfeitamente adaptados para um ambiente gélido. No deserto temos as tendas, perfeitamente adaptadas para altas temperaturas diurnas e baixas temperaturas noturnas. No Japão as estruturas são preparadas para resistir a terremotos sem desmoronar…. Da mesma forma, cada era ou período da humanidade teve todas as suas estruturas(políticas, sociais, econômicas, educacionais, etc) adaptadas para a sobrevivência.  Todas estas estruturas, sejam físicas ou sociais vão se modificando a medida que os tempos vão mudando…. exceto o nosso modelo educacional.

A impressão que tenho é que nosso modelo educacional é um iglu colocado no meio de um deserto, onde as temperaturas são muito altas…. o resultado disto, é iminente ruína, tanto da estrutura quanto de quem vive nela.  E a medida que isto vai acontecendo, fica visível para todos, que o iglu está derretendo, que é uma questão de tempo para sua total queda. Podemos ter várias atitudes frente a este panorama…

  1. Negar o problema:  Falar que está tudo bem, que nada esta acontecendo e continuar  levando nossa vida
  2. Tentar reforçar a estrutura:  Começar a fabricar gelo e ficar num constante tapa buracos e jeitinhos para tentar mantê-la em pê o máximo que der.
  3. Derrubar a estrutura e fazer uma nova:  Criar uma nova estrutura adequada para as necessidades do ambiente.

Destas 3 opções, as duas primeiras tem o mesmo destino…. a destruição total.   Já a terceira, passa pela destruição, mas de forma planejada e pensada e termina com um modelo que permitirá a sobrevivência….

MAS, eis que ainda existe uma 4a opção…. totalmente ridícula, mas ainda assim é uma opção.

4 – Trocar de lugar os móveis.  Ou seja, esquecer que o iglu está derretendo e convencer todo mundo que o problema são os cômodos da casa, que a disposição e quantidade dos mesmos é o real problema… que a questão não é que a estrutura está ruindo… e sim que precisamos reorganizar os cômodos ou mudar de lugar os móveis para viver melhor!!!!

A proposta do MEC é isto!!!!  Apenas uma reestrutura dos conteúdos sem alterar a base em que os mesmos são ministrados!!!!

O atual modelo (iglu) está baseado em passar o máximo de conteúdo para os alunos (enchê-los de “conhecimento”), na decoreba e memorização, na repetição sem sentido de atividades, nas tarefas e temas individuais, em ser moldado a semelhança de todos, na regurgitação de fórmulas historicamente provadas, e na manutenção do status quo.

O que precisamos é de um novo modelo educacional!!!! Um modelo adaptado a um mundo completamente imprevisível, em constante mudança e globalizado. Um modelo não baseado em conteúdos, mas em competências a serem desenvolvidas.  Um modelo que prepare o aluno para a sobrevivência no século XXI e na sociedade digital.  Nesta proposta do MEC (que só troca os móveis de lugar) não existe foco em competências!!!!

Onde estão a Inovação, a Criatividade, o Sense Making, o Pensamento Adaptativo, a Inteligência Social, a Empatia, o Design Thinking, a Inteligência Transcultural, etc…

Parafraseando o Sir Ken Robinson: não precisamos de uma reforma educacional, mas de uma revolução educacional… não adianta reformar o iglu… precisamos mudar a estrutura radicalmente.

Embora a fusão de disciplinas possa ser de alguma forma benéfica, assim como mudar os móveis de lugar pode trazer um conforto.. a casa ainda está caindo e isso pouco ajuda.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 16/08/2012 em Humor, Interessante

 

Etiquetas: ,

Tutorial de Utilização da Educopédia – Parte 1


por Barbara Moura.

Olá, professores.

Esse tutorial de utilização é sobre a plataforma educacional Educopédia, uma plataforma de aulas digitais das mais diversas disciplinas do 1° ao 9° anos, preparada por professores das escolas da Prefeitura do Rio de Janeiro.

A Educopédia conta com material de suporte aos professores, planos de aula, jogos pedagógicos e vídeos, com o objetivo de tornar o ensino mais atraente e mobilizador para crianças e adolescentes, além de instrumentalizar o professor. Além disso, a plataforma é mais uma alternativa para o reforço escolar e para os alunos que faltaram às aulas ou que não compreenderam o conteúdo ensinado.

O tutorial de utilização da plataforma foi dividido em três partes.

Veja a seguir a primeira parte do nosso tutorial acessando ao link e clicando em play.

Nas próximas semanas teremos novos tutoriais.

Tutorial – Parte 1

Na primeira parte do tutorial é possível aprender como acessar a plataforma e realizar o download de uma aula ou plano daquela aula.

Link do tutorial: http://screencast.com/t/0mhn5g88

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 16/08/2012 em Interessante

 

Tutorial de Utilização da Educopédia – Parte 2

Tutorial de Utilização da Educopédia – Parte 2

 ♦ 15/08/2012 ♦ DEIXE UM COMENTÁRIO

Olá, professores!

Aqui quem vos fala novamente é a professora Barbara e darei continuidade ao nosso último tutorial.

No último tutorial mostrei-lhes como acessar a plataforma Educopédia e realizar o download de uma aula. Agora mostrarei outras funcionalidades da nossa plataforma.

Assista ao tutorial através do link  http://screencast.com/t/VfIGLnBW

 

Tutorial de Utilização da Educopédia – Parte 2.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 16/08/2012 em Interessante

 

Competências para o Século 21 segundo a Organização Social PORVIR…

Competências para o Século 21 segundo a Organização Social PORVIR…

Conheça as competências para o século 21

As tecnologias estão cada vez mais presentes em sala de aula, o professor tem que se preocupar em preparar o aluno para ser atuante em mundo em transformação e ajudá-lo a desenvolver as tão faladas competências específicas para o século 21, certo? Tudo certo, exceto pelo fato que ninguém sabe exatamente que competências são essas – o que é bem desesperador para pais, professores e gestores públicos, que não têm o embasamento necessário para definir o que podem oferecer para que suas crianças e jovens tenham acesso à melhor formação possível.

Intrigado com essa questão, um grupo de fundações pediu que o National Research Council, uma organização norte-americana que faz pesquisas sobre temas importantes da sociedade para ajudar governos a desenharem políticas públicas, reunisse especialistas para definir quais são essas competências. Durante um ano, um comitê formado por educadores, psicólogos e economistas fez pesquisas sobre o que se espera que os estudantes alcancem nos seus ciclos escolares, nos seus futuros trabalhos e em outros aspectos da vida. O resultado, publicado no fim de julho no livro digital “Educação para a Vida e para o Trabalho: Desenvolvendo Transferência de Conhecimento e Habilidades do Século 21“, tenta dar nomes aos bois e ajudar professores e gestores públicos a prepararem os estudantes para o século 21. O download é gratuito.

crédito olly/Fotolia.com

De acordo com o estudo, o aprendizado que tanto se procura está relacionado à capacidade de aplicar o que se aprendeu em situações novas, o que os estudiosos chamaram de “transferência de conhecimento”. Isso significa, exemplificam os autores, que não basta que o aluno aprenda os conceitos matemáticos de média, moda e mediana, mas que ele precisa conseguir usar o que aprendeu na sua vida. Essa habilidade de transferir o que se sabe, que pode ser em circunstâncias da vida real ou dividir conhecimento com outras pessoas, ajuda os estudantes a desenvolverem as competências para o século 21.

Tais competências foram divididas em três grandes domínios. O primeiro deles é o cognitivo, que é aquele que envolve estratégias e processos de aprendizado, criatividade, memória, pensamento crítico; é o que está mais relacionado à aprendizagem mais tradicional. Segundo os autores, essa é a dimensão em que se tem uma oferta mais farta de pesquisas e, por isso, há claras evidências de que o bom desempenho nessa área traz bons resultados posteriores na vida do aluno.

Os outros dois domínios, muito menos estudados, são o intrapessoal e o interpessoal. O intrapessoal, que tem relação com a capacidade de lidar com emoções e moldar comportamentos para atingir objetivos. Já ointerpessoal envolve a habilidade de expressar ideias, interpretar e responder aos estímulos de outras pessoas.

Os três domínios, no entanto, não são estanques. Existe uma interseção entre eles que envolve habilidades que podem estar em mais de um domínio, conforme imagem a seguir (clique para uma melhor visualização).

crédito “Educação para a Vida e para o Trabalho”

Apesar da falta de pesquisas que ajudem a embasar as conclusões, sobretudo nos campos inter e intrapessoais, os especialistas apontaram que características relacionadas à consciência crítica, como ser organizado, responsável e dedicado ao trabalho, trazem resultados desejáveis na educação. Por outro lado, o comportamento antissocial acarreta resultados.

Diante desse contexto, os pesquisadores alertaram para dois grandes desafios que deverão ser enfrentados. O primeiro deles diz respeito à falta de pesquisas, que atrapalha a criação de currículos e avaliações dos alunos. O segundo, que depende de novas abordagens no sistema educacional e políticas públicas específicas, é a oferta de capacitação de professores para que eles sejam capazes de criar ambientes favoráveis à troca de conhecimento.

Apesar de ainda serem necessários alguns estudos para pavimentar esse caminho, os pesquisadores dão seis dicas de atuação em sala de aula para que professores possam preparar aluno para o século 21 – que começou há 12 anos.

1)   Procure usar representações variadas, como diagramas, representações numéricas e matemáticas, simulações;

2)   Encoraje uma postura questionadora e proporcione momentos em que os alunos possam expor o que sabem;

3)   Incentive os alunos a participarem de desafios; neste processo, seja um facilitador, dê feedback e os faça compreender seus próprios processos de aprendizagem;

4)   Ensine dando exemplos, citando cases; use, por exemplo, modelos de passo a passo explicando cada etapa;

5)   Prime pela motivação dos alunos, escolhendo temas que se conectem com suas paixões; incentive-os a resolver problemas, preste atenção na evolução de seus conhecimentos, muito mais que em suas notas;

6)   Use avaliações formativas em que o aluno é monitorado continuamente.

TAGS:     // 
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 15/08/2012 em Interessante

 

Empresas criam novos cargos para trabalhar com redes sociais

Empresas criam novos cargos para trabalhar com redes sociais

Posted on 10/08/2010 by 

As redes sociais estão presentes na vida dos brasileiros, isso todos nós sabemos e as três últimas pesquisas feitas no Brasil sobre a área apontaram que as mídias sociais estão presentes em 70% das empresas. E com todo este crescimento, é natural que as empresas precisem de profissionais que atendam a demanda em redes sociais, os chamados analistas de redes sociais.

Um levantamento feito pela Delloite, uma empresa de consultoria, com 302 companhias, mostrou que 55% delas recorreram a um profissional para cuidar exclusivamente das mídias sociais.

No Grupo pão de Açúcar, o reconhecimento da relevância do assunto fez com que a empresa criasse uma área específica, o núcleo GPA Digital, que tem seis profissionais e prevê investimentos de R$ 10 milhões até o final do ano.

O profissional, intitulado Analista de Redes Sociais é fundamentado nos resultados de ações como o da Tecnisa, que vendeu apartamento pelo twitter, assim como a Dell Americana, que afirma que promoções no twitter geraram lucro de US$ 6,5 milhões.

Várias agências digitais também estão sendo criadas, e se organizando para atender a demanda. Em Campo Grande – MS já existem algumas empresas deste segmento que já estão tendo lucro, pois as marcas, produtos e serviços chegaram à conclusão que a fatia de mercado é muito grande, para ficar fora dela.

Empresas criam novos cargos para trabalhar com redes sociais.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 14/08/2012 em Interessante

 

Ferramentas Adequadas Facilitam a Aprendizagem

FERRAMENTAS E RECURSOS

A Intel fornece ferramentas gratuitas para os educadores promoverem o aprendizado colaborativo centrado no estudante. Com esses recursos, estimulam o raciocínio e o aprendizado ativo, no qual os estudantes se envolvem em discussões interessantes, investigam, analisam informações complexas e solucionam problemas.

Veja mais informações sobre essa iniciativa nos itens abaixo:

Avaliação de Projetos ›

Avaliação de ProjetosDesenvolver novas formas de avaliação faz diferença na aprendizagem. Professores devem investir em novas estratégias de avaliação para promover um ensino de qualidade. A Intel disponibiliza ferramentas para que educadores invistam nas avaliações.


Criando Projetos ›

Criando ProjetosConheça os Planos de Unidades e, por meio dos projetos de diferentes estudantes, tenha uma ideia para fazer seu próprio projeto.


Skoool ›
 *

SkooolO Skoool Brasil é uma parceria da Intel com o Ministério da Educação que fornece aos professores recursos pedagógicos, para auxiliar no ensino de forma criativa e envolvente.


Ferramenta de Classificação Visual ›

Ferramenta de Classificação VisualEssa ferramenta enfatiza o raciocínio por trás da elaboração de listas de classificação. Os alunos identificam e aprimoram seu raciocínio e critérios de classificação à medida que atribuem ordem a uma lista.

Site da Intel: http://www.intel.com/education/la/pt/basica/ferramentas/index.htm

 
1 Comentário

Publicado por em 09/08/2012 em Interessante